Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Posted by in Acupuntura, Labirintite/Tontura | 0 comments

Vertigem e o Seu Tratamento Com Acupuntura

Vertigem e o Seu Tratamento Com Acupuntura

Vertigem é uma palavra que gera muita confusão, ou mistura de termos para essa categoria de sintomas.

Por causa disso, precisamos diferenciar:

  • Vertigem –  é um tipo de tontura cuja forma que se apresenta é rotatória, ou seja, ou nós rodamos, ou o mundo roda ao nosso redor.
  • Tontura –  se manifesta de várias formas como sensação de instabilidade ou de estar flutuando no ar.

O nosso equilíbrio depende de três sistemas para funcionar corretamente:

1) Visão – a nossa visão nos dá a nossa localização visual e nos permite saber aonde está o mundo ao redor.

2) Propriocepção – é o sentido de posição do corpo.

O nosso cérebro recebe das várias partes do corpo informações sobre onde elas estão, nossa postura, posição da cabeça e do tronco, se estamos com a perna dobrada ou esticada, sem usar o sentido da visão. Podemos fechar os olhos e perceber como está posicionada cada parte do nosso corpo.

Faça o teste, feche os olhos e perceba.

Esse e um mecanismo corporal que usamos muito na fisioterapia.

3) Ouvido interno (sistema vestibular) – através dos canais semicirculares do ouvido interno (veja em outro artigo neste Blog), podemos sentir o posicionamento da cabeça em relação ao corpo e ao espaço e vice-versa.

Vertigem e Seus Sintomas

vertigemA vertigem é um tipo de tontura onde há ilusão de movimento rotatório.

Ela é intermitente (vai e volta ao longo de semanas) e costuma piorar com o movimento da cabeça.

O paciente tem dificuldade em manter o equilíbrio.

Piora com o movimento da cabeça ou do tronco, como quando espirramos.

Também podem estar associadas à tontura: dor de cabeça, sensibilidade à luz ou barulho, sensação de fraqueza, taquicardia ou palpitação (coração acelerado) e dificuldade de falar.

Pode haver presença de Nistagmo (movimentos dos olhos curtos e rápidos no sentido lateral).

Outras Causas de Vertigem ou Tontura

1) Vertigem Posicional Paroxística Benigna (VPPB)

  • Causada por pequenas calcificações nos pequenos canais localizados no centro do ouvido interno.
  • Crises de curta duração (segundos a minutos) e costumam ser desencadeadas por certos movimentos da cabeça.

vertigem

2) Doença de Meniere – excesso de líquido no labirinto, causando vertigem com perda auditiva e zumbido.

  • Pode apresentar perda permanente da audição e ficar com dificuldade de manter o equilíbrio de forma crônica.

3) Labirintite (neurite vestibular) – ver artigo sobre labirintite.

4) Vertigem da enxaqueca (ver artigo sobre enxaqueca)

5) AVC ou ataque isquêmico transitório.

  • No A.V.C. costumam estar presentes outros sintomas: perda de movimento e/ou sensibilidade em um ou mais membros, desorientação, dificuldade de falar e assimetria da boca.

Soluções Práticas

  • Acupuntura – Muito recomendada para o período entre crises e na fase aguda também. Melhora a circulação local (ouvido interno e região do pescoço). Diminui a ansiedade e a sensação de insegurança que a vertigem cria.
  • Fisioterapia vestibular – previne o aparecimento de novas crises.
  • Mudança de hábitos: principalmente exercício físico e hábitos alimentares.

vertigem
É preciso ter um diagnóstico sobre a causa da vertigem. Não devemos começar um tratamento seja ele qual for sem investigar as causas daquele sintoma!

Para maiores informações, leia também artigo sobre labirintite.

Se você achou útil as informações contidas neste artigo, então compartilhe com seus amigos nas redes sociais e dê uma chance para que outras pessoas que sofram destes sintomas possam procurar por tratamentos alternativos mais adequados.

Se você teve alguma dúvida ou quer expressar a sua opinião a respeito, deixe um comentário abaixo e eu prometo que te respondo!

Até o Próximo Artigo!

Rosalina Ribeiro

Acupuntura e Shiatsu

Fisioterapeuta

Gostou? Então Compartilhe!!