Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Posted by in Ansiedade/Depressão | 0 comments

Crise de Ansiedade – Tratamento Pela Acupuntura

Crise de Ansiedade – Tratamento Pela Acupuntura

Crise de ansiedade é um pouco diferente da ansiedade em si. Já falei sobre Ansiedade em outro artigo aqui no blog. Nele discorro sobre os primórdios desse evento tão comum no estilo de vida das pessoas que moram em grandes cidades.

Falo sobre o ritmo de vida que fica difícil de acompanhar e como os seres humanos se perdem, não sabendo se devem lutar ou fugir de determinadas situações, o que gera ansiedade e deixa o organismo e a psique de todos fatigados.

Agora, vou explicar a crise de ansiedade, que é uma forma aguda da ansiedade.

As pessoas que sofrem de ansiedade, sofrem de forma crônica, tentando planejar tudo e vivendo sempre no futuro.

A Crise de Ansiedade é um estado que se apresenta de repente em pessoas já ansiosas.

Normalmente existem gatilhos para tal crise.

Posso citar como exemplos uma preocupação extrema de que algo ruim aconteça, medo de perder o emprego ou um ente querido, medo de doença, ou simplesmente algo que a pessoa não consegue definir muito bem como começou e, de repente, surgem todos os sintomas.

A crise de ansiedade pode se transformar em ataques de pânico, que é mais grave do que a ansiedade, sendo mais incapacitante.

Vou falar de forma rápida sobre os sintomas da crise de ansiedade e falar à luz da medicina chinesa e acupuntura como posso tratar para prevenir e curar as crises de ansiedade

Crise de Ansiedade – Sintomas

 

  •    Fadigacrise de ansiedade
  •    Insônia
  •    Falta de ar
  •    Confusão mental
  •    Arrepios/ suores/ mãos úmidas
  •    Dores no peito/ palpitações
  •    Tontura ou vertigem 
  •    Dificuldade em relaxar
  •    Dificuldade em “pegar no sono”
  •    Boca seca
  •    Tremores
  •    Dor de cabeça (ver artigos enxaqueca / dor de cabeça constante)
  •    Falar muito rápido (taquilalia)

Crise de Ansiedade – Como a Acupuntura Pode Tratar

Em medicina chinesa ou oriental, procuramos fazer um diagnóstico energético do paciente (ver artigo o que é acupuntura).

Portanto, para tratar qualquer coisa com acupuntura fazemos perguntas que vão nos guiar para a confecção desse diagnóstico.

Por exemplo, qual tipo de insônia?

Se não consegue pegar no sono (1), se dorme fácil e acorda uma ou duas horas depois que dormiu (2), se acorda muito cedo para levantar, tipo 3 horas da manhã e não consegue dormir (3).

Pergunto também sobre os sabores que o paciente prefere: doce, salgado, azedo, amargo ou picante?

Pergunto sobre quantas horas por dia trabalha.

Quantas horas leva para se deslocar de casa para o trabalho e vice e versa.

crise de ansiedade Cada pergunta dessas faz sentido para que eu faça esse diagnóstico sob a ótica da Medicina Tradicional Chinesa.  

Sob essa perspectiva preciso chegar à raiz desse problema.

Nos casos de ansiedade, poderia dizer que pode ter origem (mais comumente) num mal funcionamento da energia dos rins, fígado e coração.

Note que eu falo sobre o funcionamento energético do órgão e não do órgão em si.

Eu preciso saber qual desses sistemas energéticos está gerando o problema.

Só para exemplificar: quando nós falamos em medo, falamos também em energia dos rins, que é tanto o berço do medo quanto da coragem no nosso organismo.

Já quando temos os sintomas tremor e dor de cabeça, podemos pensar no sistema energético do fígado.

Dessa forma, quando temos raiva e frustração esse nosso sistema energético do fígado fica prejudicado. Aí queremos lutar e não podemos.

Quando falamos rápido demais e nosso pensamento fica confuso, podemos pensar no coração que é responsável pela nossa consciência. E por ser responsável pela nossa consciência é que o coração é chamado de imperador pela medicina chinesa.

Nos casos de crise de ansiedade, devemos começar a tratar com o objetivo de devolver o ritmo natural do corpo e da vida do paciente, que muitas vezes fica bagunçado por tanta ansiedade.

Procuro, na medida do possível, organizar a energia e o pensamento, pois ficar sempre em estado de alerta leva a um desgaste energético ao longo do tempo.

Procuro fazer também com que a pessoa viva de acordo com seu próprio ritmo e em relação ao ritmo da natureza que nos cerca, porque mesmo nas grandes cidades, as fases da lua têm importância, e é comum uma pessoa com o sistema energético do fígado comprometido ficar com insônia e irritada na lua cheia.

As relações do indivíduo com as outras pessoas também são importantes.

Se relacionar calmamente e de forma suave com os outros é fundamental para manter o equilíbrio.

Os outros, em grande medida, devolvem, de uma forma ou de outra, aquilo que nós damos.

Quando um ser humano está em harmonia com seus ritmos internos e externos, não há crise de ansiedade.

crise de ansiedade acupuntura

Indicação para Tratamento

Assim, se você está apresentando os sintomas descritos neste artigo ou se tem algum parente ou amigo que esteja passando por uma situação como esta, recomendo que o incentive a procurar tratamento, pois estes sintomas podem ser tratados com eficiência.

O tratamento pode ser aquele tradicional, ou seja, por um psiquiatra, psicólogo e outros profissionais com especializações na medicina convencional ou a pessoa pode buscar um tratamento alternativo na medicina tradicional chinesa, como a acupuntura, por exemplo.

Do meu ponto de vista todos os tratamentos descritos acima já mostraram a sua eficácia e o tratamento através da acupuntura já existe a milhares de anos.

O mais importante é que a pessoa a ser tratada esteja disposta a colaborar com o tratamento que ela decidiu aceitar, pois essa atitude, por si só, já representa um percentual significativo no avanço em direção à sua cura.

Se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos nas Redes Sociais e ajude a divulgar informações relevantes para quem realmente precisa.

Até o próximo Artigo!

rosalina ribeiro

Gostou? Então Compartilhe!!

    Post a Reply

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *